LOADING

Type to search

Brasil Destaque

Terremoto é registrado em SP e surpreende moradores

Share

Moradores do litoral e do interior de São Paulo foram surpreendidos com fortes tremores de terra na manhã desta sexta-feira (16). Sentido em diversas cidades, o terremoto teve seu epicentro em Miracatu, onde houve dois abalos sísmicos de 4,7 e 4,9 graus de magnitude, segundo confirmou a Defesa Civil do estado.

– Moro no conjunto habitacional da CDHU. Eu estava no quarto, senti tudo tremer e veio alerta no meu celular e no dos meus filhos. Eu pensei que era alguém me sacudindo, olhei para o lado e não tinha ninguém. Pensei que era um dos meus filhos sacudindo a cama para eu levantar, mas não tinha ninguém, daí que veio aquele frio de medo – declarou ao portal G1 Eliana Diniz, moradora de Peruíbe, onde também se pôde sentir o abalo por volta das 8h22.

Entre outros lugares onde também houve tremores, estão Itanhaém, Registro e Itariri. Moradores dessas regiões logo foram às redes sociais relatar a experiência incomum. O tema chegou aos assuntos mais comentados do Twitter.

Entre outros lugares onde também houve tremores, estão Itanhaém, Registro e Itariri. Moradores dessas regiões logo foram às redes sociais relatar a experiência incomum. O tema chegou aos assuntos mais comentados do Twitter.

– Acordei desesperada com tudo tremendo kkkkkk, bacana nem precisei sair do Brasil pra sentir um terremoto – escreveu uma usuária do Twitter.

– Terremoto aqui na minha região… Vale do Ribeira, SP. A válvula de segurança da panela de pressão acionou, foi caldo de feijão pra todo lado – contou mais um.

– Sou de Miracatu. Aqui foi bem forte e ouvimos uma grande explosão. Pensei ser a pedreira que fica próximo da onde trabalho (em uma escola). No caso pensei que teria sido acúmulo de dinamite e explodiu de vez de tão forte. Mas logo descobrimos que tinha sido terremoto – completou outro.

Tremores entre 4,3 e 4,9 na escala Richter são capazes de balançar móveis ou danificar objetos pequenos, mas não de causar destruição contundente. O mais alto terremoto já registrado ocorreu em Valdívia, no Chile, em 1960, quando o abalo chegou aos 9,5 graus, deixando 1.665 mil pessoas mortas, 3 mil feridos e 2 milhões de desabrigados.

Tags:

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *