LOADING

Type to search

Destaque Mundo Cristão

Aluno é banido de formatura por afirmar “meninas são meninas e meninos são meninos”

Share

Um aluno sênior da Kellogg High School, em Idaho, Travis Lohr, afirmou que não foi autorizado a participar da cerimônia após afirmar que “meninos são meninos e meninas são meninas; não há meio-termo” durante um evento para os estudantes do primeiro e segundo ano na semana passada. A afirmação de Lohrs causou uma grande repercussão.

“Acredito que muitas pessoas pensaram que minha declaração era contra pessoas ou grupos, mas ela não tinha como alvo nenhum grupo específico”, disse ele, de acordo com Faith Wire,

Sendo assim, a assembleia na qual Lohr, de 18 anos, falou tinha a intenção de “transmitir palavras de sabedoria” aos estudantes mais jovens da escola. O distrito escolar não pode discutir detalhes do incidente envolvendo Lohr devido à Family Educational Rights and Privacy Act (FERPA).

No entanto, foi relatado que alguns funcionários da escola e outras pessoas indicaram que os estudantes foram informados de que não poderiam fazer “insultos ou comentários raciais” em seus discursos e precisavam seguir outros protocolos. As declarações dos estudantes foram supostamente revisadas, e os alunos do último ano foram instruídos a não se desviar dos roteiros aprovados.

Portanto, Lohrs foi criticado por decidir dizer algo que não estava em seu discurso preparado, embora o adolescente tenha afirmado em pelo menos uma entrevista que seus comentários não foram revisados antecipadamente.

“Eles me informaram que acham que vou causar um tumulto na formatura. Não tive problemas durante todo o ano. Acredito que minha mensagem foi interpretada de forma equivocada”, disse.

Nesse sentido, alguns estudantes da Kellogg High School defenderam Lohr e, segundo relatos, saíram e fizeram protestos depois de saberem que ele não poderia participar da formatura por causa de seus comentários. Um vídeo que mostra membros da comunidade apoiando Lohr inclui placas que dizem “Tolerância funciona nos dois sentidos”.

Por fim, a situação se escalou tanto que o superintendente do Distrito Escolar de Kellogg, Lance Pearson, inicialmente adiou a formatura do sábado devido a preocupações com a segurança dos estudantes, antes de se reunir secretamente com os estudantes e suas famílias na sexta-feira à noite e seguir em frente com a cerimônia de sábado.

Fonte: Gospel Prime

Foto: Idaho Tribune/YouTube

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *