LOADING

Type to search

Destaque Politica

Jair Bolsonaro depõe nesta terça-feira sobre cartão de vacina

Share

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) vai prestar depoimento nesta terça-feira (16) à Polícia Federal (PF), em Brasília, na investigação que apura um suposto esquema de adulteração de cartões de vacina e que teve como um dos alvos o próprio ex-chefe do Executivo. No último dia 3 de maio, agentes da PF estiveram na casa de Bolsonaro e apreenderam o celular dele.

No dia em que as buscas foram realizadas, Bolsonaro conversou com jornalistas e negou veementemente ter se vacinado contra a Covid-19. Além disso, o ex-presidente também disse não ter ocorrido adulteração nos dados do cartão dele e da filha, Laura.

Na data em que teve o celular levado pelos agentes da PF, o ex-presidente se negou a depor sob a justificativa de que sua defesa precisava, antes, ter acesso à investigação. Por esse motivo, o depoimento dele foi marcado para esta terça.

Na operação do dia 3 de maio, a PF prendeu seis pessoas, entre elas o coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro durante o mandato dele como presidente da República. De acordo com a PF, teriam sido emitidos certificados de vacinação com dados falsos em nome de Cid, da esposa dele e das três filhas do casal.

O depoimento desta terça é o terceiro que o ex-presidente presta depoimento à Polícia Federal desde que retornou ao Brasil, em março deste ano. Bolsonaro já foi ouvido em inquéritos que investigam o caso das joias apreendidas pela Receita Federal e na investigação sobre os atos de 8 de janeiro.

Na data em que teve o celular levado pelos agentes da PF, o ex-presidente se negou a depor sob a justificativa de que sua defesa precisava, antes, ter acesso à investigação. Por esse motivo, o depoimento dele foi marcado para esta terça.

Na operação do dia 3 de maio, a PF prendeu seis pessoas, entre elas o coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro durante o mandato dele como presidente da República. De acordo com a PF, teriam sido emitidos certificados de vacinação com dados falsos em nome de Cid, da esposa dele e das três filhas do casal.

O depoimento desta terça é o terceiro que o ex-presidente presta depoimento à Polícia Federal desde que retornou ao Brasil, em março deste ano. Bolsonaro já foi ouvido em inquéritos que investigam o caso das joias apreendidas pela Receita Federal e na investigação sobre os atos de 8 de janeiro.

Fonte: Pleno News

Foto: Reprodução/Internet

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *