LOADING

Type to search

Destaque Mundo Cristão

Cresce o número de igrejas pentecostais na Ucrânia

Share

Depois que a Guerra da Ucrânia explodiu, as igrejas pentecostais estão experimentando um rápido crescimento no país.

A missionária Jane M. Dollar, de 57 anos, testemunhou essa expansão com seus próprios olhos, quanto serviu em um centro para refugiados ucranianos na Polônia, no ano passado.

“As igrejas estão lotadas porque as pessoas estão buscando a Deus”, relatou Jane, ao AG News.

De acordo com Mykhailo Panochko, bispo sênior da Igreja Pentecostal Ucraniana, há uma grande fome espiritual no país. Ele contou que as conversões se multiplicaram tanto que faltaram ministros para atender os novos convertidos.

“As pessoas ouviram a mensagem das Boas Novas. Muitos se arrependeram, foram discipulados e batizados”, testemunhou Panochko.

Necessidade de mais obreiros

“A colheita é tão grande que nos faltam obreiros que possam alimentar e fazer crescer o povo, o amadurecendo em Cristo”.

O bispo citou o exemplo de uma pequena igreja em Kherson, cidade que já foi ocupada pelas forças russas.

“Todo mundo tem muitas perguntas sobre a situação atual, mas também sobre o destino futuro de suas almas. As pessoas estão procurando respostas”, disse Panochko.

Segundo ele, 1.700 congregações da Igreja Pentecostal Ucraniana se mobilizaram para levar ajuda aos moradores durante a guerra.

“A invasão em grande escala nos mostrou o incrível potencial da igreja no ministério para nossa nação”, afirmou Panochko.

“As igrejas começaram imediatamente grandes projetos sociais para ajudar as pessoas necessitadas. As igrejas pentecostais resgataram e evacuaram 100.000 pessoas das zonas de combate”.

Com o apoio das Missões Mundiais da Assembly of God, as igrejas pentecostais compraram gasolina para os ucranianos que tentavam fugir do país, no início do conflito. Os cristãos também transportaram idosos, mulheres e crianças para locais seguros.

Na cidade de Lyman, a 10 km da linha de frente, a equipe entregou comida e Bíblias em um vilarejo.

Uma moradora e sua filha testemunharam como encontraram apoio espiritual na igreja local durante a ocupação russa. “Agora toda a minha família vai à igreja. Eu não poderia viver sem igreja!”, declarou.

E Panochko concluiu: “A Igreja entendeu que este é o melhor momento para mostrar a compaixão de Jesus aos necessitados. Além de todo o apoio humanitário, demos às pessoas mais de 1 milhão de exemplares do Novo Testamento”.

Fonte: Guia-me com informações de AGNews

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *