LOADING

Type to search

Destaque Mundo Cristão

Cantor gospel é preso por cantar louvor em shopping

Share

O cantor gospel americano, Jimmy Lavy, foi preso em um shopping em Miami enquanto liderava um momento de louvor a Deus. Jimmy é um cantor bem-sucedido, com músicas impactantes e que também se dedica à evangelização por meio da música, dando testemunho da sua fé em Jesus Cristo.

Por meio das redes sociais, Jimmy divulgou um momento de louvor em um shopping de Miami com o apoio de irmãos em Cristo. As imagens mostram o grupo cantando abertamente, enquanto outros ouviam. O cantor compartilhou o momento nas redes sociais, dizendo que foi um lindo dia de adoração em Miami e que fará cada vez mais desses momentos para a Glória de Yeshua, nome de Jesus em hebraico.

No entanto, em outra iniciativa do tipo, o cantor cristão acabou se deparando com o que chamou de intolerância religiosa. Em um outro shopping, Jimmy e sua equipe estavam cantando pacificamente quando foram surpreendidos por uma abordagem policial. Segundo o cantor, eles foram presos em um quarto dos fundos do shopping e banidos do estabelecimento por tempo indeterminado.

Apesar da truculência contra os cristãos, eles continuaram louvando a Deus mesmo quando estavam saindo escoltados pelos policiais, pelas escadas do shopping. “Fomos então libertados da sala pela polícia e todos continuaram a adorar e a louvar enquanto fomos escoltados para fora”, disse Jimmy.

O cantor compartilhou o momento de perseguição nas redes sociais, postando uma passagem bíblica situada em Apocalipse 2:10 que fala sobre a perseguição contra os cristãos. “Não temas o que vais sofrer. Eu digo a vocês, o diabo colocará alguns de vocês na prisão para testá-los, e vocês sofrerão perseguições por dez dias. Seja fiel até a morte, e eu lhe darei a vida como coroa de vitória”, diz o texto.

A prisão de Jimmy gerou indignação nas redes sociais, com muitas pessoas defendendo a liberdade de expressão e de culto religioso. É importante lembrar que em países democráticos, louvar a Deus em locais públicos não é crime, uma vez que a liberdade de expressão é uma garantia constitucional. No entanto, casos como este mostram que a intolerância religiosa ainda é uma realidade em muitos lugares do mundo.

Tags:

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *