LOADING

Type to search

Destaque Politica

Estadão pede a inelegibilidade de Jair Bolsonaro

Share

O artigo publicado pelo jornal O Estado de São Paulo neste domingo (26) pede pela inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro, acusando-o de cometer crimes eleitorais.

De acordo com o editorial, o político usou a “máquina pública em benefício próprio” durante o período eleitoral e “pôs em marcha a maior campanha de difamação da história contra o sistema eleitoral brasileiro”.

A reunião do então presidente com embaixadores e as manifestações contra o resultado das eleições foram citadas no texto que cobra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o líder da direita no Brasil.

– É incontestável que Jair Bolsonaro cometeu crimes eleitorais e deve, portanto, ser punido por seus atos, a começar pela decretação de sua inelegibilidade – diz parte da nota.

O artigo ainda continua:

– Se depois de Jair Bolsonaro ter usado o mais alto posto da República em benefício próprio e contra as regras do sistema eleitoral a Justiça não torná-lo inelegível, sendo-lhe permitido continuar disputando eleições, tal impunidade será a desautorização extrema da Justiça Eleitoral. Além de dizer com todas as letras que o crime compensa, o TSE não terá nenhuma autoridade para aplicar a pena de inelegibilidade a mais ninguém. Significaria pôr, em um só ato, o manto da impunidade no mais alto estágio, alcançando todos os casos.

O jornal se mostra preocupado com a aposentadoria do ministro Ricardo Lewandowski, integrante do TSE, que poderá favorecer o ex-presidente nas ações que ele responde na Justiça Eleitoral.

Fonte: Pleno News

Foto: Reprodução/Internet

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *