LOADING

Type to search

Destaque Mundo Cristão

“Conversões em massa debaixo dos nossos olhos”, diz oficial iraniano

Share

No Irã, a conversão ao cristianismo é ilegal, mas há notícias de uma conversão em massa no país. Segundo o Global Christian Relief, a Igreja está se expandindo rapidamente, e o próprio governo reconheceu o crescimento exponencial da Igreja.

O ministro da Inteligência do Irã, Mahmoud Alavi, admitiu que convocou cristãos convertidos para interrogatório e que a agência está colaborando com seminários religiosos muçulmanos para combater a Igreja. Alavi disse que “conversões em massa estão acontecendo bem diante de nossos olhos” e que “esses convertidos são pessoas comuns, cujo trabalho é vender sanduíches ou coisas semelhantes”.

De acordo com Mansour Borji, Diretor de Advocacia do Artigo 18, essa admissão representa uma “grande mudança” da retórica usual do Irã de que os convertidos são “agentes do Ocidente” que passaram por treinamento significativo para minar a segurança nacional. Borji observou que isso é “uma admissão de que tais conversões estão longe de ser um evento raro; ao contrário, elas estão acontecendo em massa e em todo o país”.

A Igreja cristã iraniana permanece forte mesmo com a intensificação da perseguição aos cristãos. A cidade de Qom, que é a sétima maior do país e o epicentro do estudo islâmico, é o lugar onde os relatórios de dentro do país revelam que Deus está trabalhando por meio da fidelidade de cristãos corajosos para expandir Seu Reino. Existem vários relatos sobre “a mão de Deus se movendo” e os muçulmanos aceitando a Cristo como Salvador.

“Se permanecermos fiéis ao nosso chamado,  nossa convicção é que é possível ver a nação transformada durante nossa vida”, compartilhou um líder da igreja doméstica. “Como o Irã é uma nação estratégica, o crescimento da igreja impactará as nações muçulmanas em todo o mundo islâmico”, continuou.

De acordo com Elam Ministries, organização fundada em 1990 por líderes da igreja iraniana, mais iranianos se tornaram cristãos nos últimos 20 anos do que nos 13 séculos anteriores desde que o islamismo chegou ao Irã. Em 2016, a organização de pesquisa missionária Operation World nomeou o Irã como tendo a igreja evangélica que mais cresce no mundo.

A fome espiritual e a desilusão com o regime islâmico, juntamente com a fidelidade dos cristãos que arriscam tudo para compartilhar o Evangelho, mesmo em meio à perseguição, são as principais razões para o crescimento explosivo do cristianismo no Irã.

A violência em nome do Islã causou desilusão generalizada com o regime e levou muitos iranianos a questionar suas crenças. Múltiplos relatórios indicam que até mesmo filhos de líderes políticos e espirituais estão trocando o islã pelo cristianismo.

Como os cultos em farsi (língua persa) não são permitidos, a maioria dos convertidos se reúne informalmente em igrejas domésticas ou recebe informações sobre o cristianismo por meio da mídia, como TV via satélite e sites.

Fonte: Gospel Prime

Foto: Escritório do Líder Supremo/AP

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *