LOADING

Type to search

Amazonas Destaque

Wilson Lima anuncia primeiro implante coclear no Delphina Aziz

Share

O governador Wilson Lima anunciou que, no próximo sábado (04), o Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz iniciará o procedimento de implante coclear, inédito na rede pública de saúde do estado. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (1º), durante o lançamento do Movimento Estadual Março Lilás.

Na ocasião, Wilson Lima lembrou que quando assumiu o governo em 2019, o hospital Delphina Aziz funcionava com apenas 30% da sua capacidade e que, atualmente, após uma série de investimentos, a unidade conta com 100% de sua estrutura apta em funcionamento.

“A gente vai começar, sábado, o primeiro implante e vai ser em uma criança de três anos de idade. O próximo passo, que vai ser ainda neste primeiro semestre, é o transplante de rim”, explicou Wilson Lima.

O governador lembrou que o Delphina Aziz é um hospital de ponta para procedimentos complexos, dada toda tecnologia que dispõe, e citou que, por esse motivo, durante a pandemia se tornou um hospital referência para o tratamento da Covid-19.

O governador do Amazonas informou que para o transplante de rim já está sendo feito um trabalho preparatório com os pacientes, inclusive junto a associação e familiares e que, já em 2024, começará a ser feito o transplante de fígado, com a aquisição de equipamentos de ponta que permitirão ao paciente menor tempo de internação e recuperação.

“A gente avançou muito nessa questão da tecnologia e também na eficiência do atendimento aos pacientes. Tudo isso faz parte de um projeto que havíamos feito lá em 2018 e que, infelizmente, por conta da pandemia, a gente está começando a executar agora”, ressaltou o governador Wilson Lima.

Paciente e procedimento

O primeiro paciente que passará pela cirurgia de implante coclear no Hospital Delphina Aziz é uma criança de três anos e 11 meses. Ele passará pelo procedimento na manhã de sábado, com previsão de duas a três horas para a sua realização e previsão de alta no mesmo dia.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES-AM) disponibilizará o Hospital e Pronto-Socorro da Criança Joãozinho para o atendimento pós-operatório do paciente, caso haja algum tipo de necessidade. Após sete dias, o paciente será encaminhado para retirar os pontos e, após 30 dias da retirada dos pontos, haverá a ativação do aparelho.

Foto: Diego Peres / Secom

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *