LOADING

Type to search

Destaque Politica

Lula retira Abin de militares no GSI e passa para a Casa Civil

Share

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva transferiu a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) para a Casa Civil. O órgão central do Sistema Brasileiro de Inteligência estava anteriormente sob comando do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), único ministério comandado por um militar na Esplanada, o general Gonçalves Dias.

A transferência foi oficializada nesta quinta-feira (2) no Diário Oficial da União (DOU). O texto foi assinado por Lula e pelos ministros Esther Dweck (Gestão e Inovação) e Rui Costa (Casa Civil). A Abin estava vinculada à estrutura do GSI desde o governo Michel Temer (MDB).

A instituição de segurança passou a ser o departamento mais questionado no primeiro escalão do governo, especialmente após a invasão de prédios públicos nos atos do dia 8 de janeiro. À época, Lula também declarou ter perdido a confiança nos militares.

– Eu perdi a confiança, simplesmente. Na hora que eu recuperar a confiança, eu volto à normalidade – disse.

O presidente estava convencido de que uma ala da Abin trabalhava para “proteger” o ex-presidente Bolsonaro e conspirar contra ele. Por conta desse fato, iniciou-se no governo o processo de desmilitarização. A primeira etapa foi retirar dos postos militares da cadeia superior e os oficiais de inteligência. Em uma mesma semana, mais de 155 militares foram exonerados.

Mensagens divulgadas pelos organizadores do movimento do dia 8 de janeiro mostraram que a Abin estava acéfala na semana em que os atos aconteceram. A agência estava sem diretor-geral e sem os novos diretores de áreas importantes, como contra-inteligência.

Fonte: Pleno News

Foto: Reprodução/Internet

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *