LOADING

Type to search

Brasil Destaque

General chamado de “melancia” é promovido no governo Lula

Share

Muito criticado por apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), o general Fernando Soares irá assumir o comando do Estado Maior do Exército, segundo maior posto da tropa, abaixo apenas do próprio comandante do Exército, general Tomás Miné Ribeiro Paiva.

O general Soares atualmente é o comandante militar do Sul e terceiro mais antigo da corporação. Pela tradição do Exército, é nomeado ao posto de comando do Estado Maior quem está há mais tempo na organização. No entanto, Soares “furou a fila” por ter maior afinidade com o atual comandante e ser mais distante de Bolsonaro.

Para os apoiadores do ex-chefe do Executivo, o general Soares é um “melancia” (termo utilizado para definir militares supostamente comunistas – “verde por fora, vermelho por dentro”). O comandante do Exército Tomás Miné Ribeiro Paiva também já foi agraciado com a alcunha nas redes sociais.

Ribeiro Paiva, que foi escolhido pelo ministro da Defesa José Múcio Monteiro, assumiu o comando do Exército há um mês.

A fim de evitar conflitos com o Palácio do Planalto no governo Lula, o novo comando do Exército está evitando a promoção de generais que tiveram cargos estratégicos no governo Bolsonaro.

Tags:

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *