LOADING

Type to search

Destaque Politica

CGU adia quebra de sigilo sobre vacinação de Jair Bolsonaro

Share

A divulgação da quebra do sigilo dos dados do cartão de vacinação do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), que diversos veículos de imprensa noticiaram que aconteceria nesta sexta-feira (17), foi adiada pelo governo federal. A informação foi publicada pelo colunista Igor Gadelha, do site Metrópoles.

De acordo com o jornalista, a Controladoria-Geral da União (CGU) decidiu adiar a quebra de sigilo até concluir uma investigação sobre uma suposta inserção de dados falsos no cartão de vacinação do ex-presidente. A apuração teria começado ainda na gestão do ex-ministro Wagner do Rosário, que chefiou a CGU no governo Bolsonaro.

Em janeiro, o grupo hacker Anonymous divulgou um suposto cartão de vacinação no qual constava uma suposta imunização de Bolsonaro contra a Covid-19 no dia 19 de julho de 2021, em uma unidade de saúde de São Paulo. Segundo Gadelha, a CGU teria pedido informações sobre esse registro ao Ministério da Saúde.

O sigilo sobre o cartão de vacinação de Bolsonaro foi decretado depois de um pedido de acesso feito pelo jornalista Guilherme Amado, por meio da Lei de Acesso à Informação. Na ocasião, a Presidência informou que o sigilo tinha sido decretado porque os dados diziam respeito “à intimidade, à vida privada, à honra e à imagem” do então presidente.

Fonte: Pleno News

Foto: Reprodução/Internet

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *