LOADING

Type to search

Destaque Politica

Cantor debocha de facada em Bolsonaro e faz o “L” em show

Share

Uma apresentação no Baile Municipal do Recife, em Pernambuco, no último sábado (11), causou polêmica em razão do conteúdo de uma das músicas cantadas no evento. A controvérsia girou em torno da música Facada, interpretada pelo cantor José Demóstenes com o grupo Orquestra Malassombro, que, em sua letra, debocha da facada sofrida pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

– Meu frevo é quem f*** os fascistas. Pernada derruba um dia todos cairão. Meu frevo f*** a familícia. Foi fake a facada, ficção de facada, forçação de facada do cão – diz um trecho da canção.

A música faz uma clara referência à facada sofrida pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) que, em setembro de 2018, foi atacado por Adélio Bispo durante um ato de campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais. Desde então, mais de quatro anos após o atentado, o ex-chefe do Executivo ainda precisa conviver com problemas de saúde que o acometeram em decorrência da facada.

Além de entoar a canção, Demóstenes também aproveitou sua apresentação no evento no Recife para manifestar o apoio ao principal opositor político de Bolsonaro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Ao final de seu show, o cantor fez a letra L com as mãos, gesto utilizado para manifestar apoio a Lula durante as últimas eleições.

Nas redes sociais, a apresentação foi duramente criticada por apoiadores do ex-chefe do Executivo, que criticaram o tom de deboche em relação ao atentado que quase matou Bolsonaro há quatro anos. A deputada federal Bia Kicis (PL-DF), que se pronunciou sobre o show, resumiu o fato como “ódio explícito da esquerda”.

Confira a apresentação:

Fonte: Pleno News

Foto: Reprodução

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *