LOADING

Type to search

Destaque Esportes Politica

Ministra menospreza esportes eletrônicos e é alvo de críticas

Share

O mundo dos jogos eletrônicos reprovou uma fala da ministra dos Esportes, Ana Moser, que afirmou que os chamados eSports não são esportes e fazem parte da indústria do entretenimento. Jogadores e outras personalidades da área usaram as redes sociais para criticar a ex-jogadora de vôlei, que assumiu a pasta recriada no governo Lula.

Muitos críticos da ministra relembraram uma publicação do perfil do presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante a campanha eleitoral, em que o chefe do Executivo afirmava que os jogos eletrônicos não eram apenas entretenimento.

– Videogame não é apenas entretenimento, é também cultura, emprego e desenvolvimento tecnológico. Ontem gamers apresentaram propostas para o nosso Programa de Governo, pedindo políticas públicas que fortaleçam o setor de jogos eletrônicos no Brasil – escreveu Lula, em 18 de agosto de 2022.

Nesta terça-feira (10), Ana Moser afirmou que os eSports fazem parte da indústria do entretenimento. Ela comparou a preparação de um gamer à de um cantor, como Ivete Sangalo, para um show. A ministra também ponderou que, diferentemente dos esportes convencionais, os eSports são forjados sobre uma programação que de alguma maneira limita a imprevisibilidade.

– A meu ver, o esporte eletrônico é uma indústria de entretenimento, não é esporte. O que você fez foi se divertir, você não praticou esportes. O pessoal treina para fazer. Sim, treina, assim como a Ivete Sangalo também treina para dar show e ela não é uma atleta da música. Ela é uma artista que trabalha com entretenimento. O jogo eletrônico não é imprevisível – afirmou Moser.

O streamer Gaules, ex-jogador profissional de esportes eletrônicos e uma das principais vozes dos eSports no Brasil, afirmou em uma transmissão ao vivo que a modalidade nunca precisou, nem precisará de ninguém para dizer que os eSports são ou não esporte.

Nas redes sociais, outros jogadores e streamers se posicionaram de forma crítica à declaração da ministra dos Esportes. Uma das principais divergências quanto ao ponto de vista de Ana Moser se dá sobre a capacidade dos eSports transformarem vidas, assim como os esportes convencionais.

– Governo longe é uma maravilha, pode assim permanecer. Mas a justificativa de: “O jogo eletrônico não é imprevisível” é de chorar! – disse Marcelo Fadul, cofundador da equipe de esportes eletrônicos Netshoes Miners.

Fonte: Pleno News

Foto: SERGIO LIMA/AFP via Getty Images)

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *