LOADING

Type to search

Destaque Geral

Dino diz que PF está à disposição do STF após Barroso ser xingado

Share

Em mais uma demonstração de aproximação com o Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, afirmou que a Polícia Federal (PF) está à disposição da Corte para apurar possíveis agressões contra os ministros.

De acordo com Dino, que é ministro do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os magistrados do Supremo são alvo de perseguição por parte de “extremistas antidemocráticos”.

– Vou enviar ofício à Presidente do STF frisando que a Polícia Federal está à disposição para investigar os episódios de agressão e ameaças a ministros daquele Tribunal e de outros. São extremistas antidemocráticos, que perseguem magistrados nas ruas, aeroportos, restaurantes etc – assinalou ele, em postagem no Twitter, nesta terça-feira (3).

A publicação de Dino ocorre um dia após o ministro Luís Roberto Barroso, do STF, ser novamente hostilizado nos Estados Unidos. Na ocasião, passageiros do aeroporto de Miami gritam “pede para sair” e “sai do voo”. Também o chamaram de nomes como “lixo” e “ladrão”.

Em novembro, o ministro perdeu a paciência e disparou a frase “perdeu, mané, não amola!” para um manifestante que o interpelava sobre o código-fonte das urnas.

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *