LOADING

Type to search

Brasil Destaque

Temendo prisão por Moraes, “Hipócritas” deixam o Brasil

Share

Paulo Souza e Bismark Fugazza, humoristas do Canal Hipócritas, tiveram de deixar o Brasil para não ser presos pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, de acordo com informações da Revista Oeste.

Paulo relatou que tomou conhecimento, por intermédio de uma fonte segura, de que seus nomes estariam numa lista de mandado de prisão. O nome do jornalista e influenciador digital Oswaldo Eustáquio também estaria na listagem. Por esse motivo, os humoristas decidiram deixar o país.

Bismark entende que Moraes está agindo fora da Constituição.

– Ele dá o mandado na mão da polícia, e ela prende – disse.

E completou:

– Somente depois a polícia coloca no sistema que a pessoa foi presa. Por isso, não sabemos se realmente existe esse mandado de prisão. Mas, como foi uma fonte em que confiamos muito que nos deu essa informação, resolvemos sair do país. Entendemos que as nossas vozes caladas não adiantariam de nada – ressaltou o humorista.

Eustáquio e Bismark chegaram a participar de uma audiência em uma comissão do Senado, onde criticaram o STF e o processo eleitoral no Brasil. Eles pediram a prisão ou o impeachment de Moraes.

– A gente está junto com o povo na rua há mais de 30 dias. Há 30 dias, junto com o povo. Eu saí de Itajaí, Santa Catarina, e estou aqui em Brasília, desde o dia 3. Tenho andado até com o Oswaldo Eustáquio, que também sofreu censura, hoje está na cadeira de rodas, até por consequência disso – afirmou Bismark durante audiência.

Nesta segunda-feira (26), Bismark utilizou suas mídias sociais para dizer que é o povo quem “decide onde coloca sua fé” e que em “questões de minutos, tudo pode mudar”, em referência a uma possível reação ao resultado da eleição que deu vitória a Lula (PT).

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *