LOADING

Type to search

Destaque Politica

TSE rejeita recurso do PL e mantém multa de R$ 22,9 mi

Share

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou, por maioria, recurso do Partido Liberal contra multa de R$ 22,9 milhões fixada ao partido por litigância de má-fé. A penalidade foi estabelecida pelo ministro e presidente da Corte, Alexandre de Moraes após o PL pedir a anulação de votos de 279,3 mil urnas eletrônicas sob a justificativa de mau funcionamento do sistema.

De acordo com Moraes, presidente do TSE, o requerimento foi feito sem provas e de forma “inconsequente”, com o objetivo de “incentivar movimentos criminosos e antidemocráticos tumultuar o processo democrático”. A multa, segundo o ministro, se justifica pela conduta “atentatória ao estado democrático de direito”.

Apenas o ministro Raul Araújo divergiu. No entendimento dele, o bloqueio dos recursos deveria se restringir a 30% dos valores do fundo partidário até que a legenda pagasse a multa para não prejudicar as atividades partidárias.

Nesta quarta-feira (14), Alexandre de Moraes afirmou que “ainda tem muita gente para prender e muita multa para aplicar”.

A polêmica declaração foi feita durante discurso no seminário STF em Ação, com o tema O Guardião da Constituição e a Harmonia entre os Poderes.

*Com informações da AE

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *