LOADING

Type to search

Destaque Politica

Censura: Nikolas Ferreira está há uma semana sem redes sociais

Share

O deputado federal mais votado do Brasil nas últimas eleições, Nikolas Ferreira (PL), está há uma semana sem acesso ao Facebook, Twitter e Instagram.

Nikolas teve as contas derrubadas no último dia 5, após pedir ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que analisasse denúncias relacionas a um relatório que aponta anomalias encontradas em urnas eletrônicas, resultado de análise realizada pelo argentino Fernando Cerimedo.

O parlamentar se manifestou por meio do seu canal no Telegram sobre o assunto e gravou vídeos no YouTube.

“Tive minhas redes sociais derrubadas por pedir ao TSE que analisasse denúncias eleitorais. Em nenhum momento afirmei, somente pedi para averiguar. É uma das funções do Tribunal. O que passar disso é narrativa da esquerda”, disse o jovem deputado.

Ao final, Ferreira pediu que os seguidores compartilhassem a informação e disse acreditar que a verdade prevalecerá.

Censura

Outras contas de parlamentares também estão retidas, como a da deputada federal reeleita, Carla Zambelli (PL) e dos deputados Major Vitor Hugo, Gustavo Gayer, Coronel Tadeu, todos do partido de Zambelli.

Além de políticos, jornalistas, blogueiros, apresentadores e pastores também estão sofrendo censura. Entre eles, Allan dos Santos; o apresentador Monark (Bruno Monteiro Aiub) que tem um canal no Youtube; o comentarista Adrilles Jorge e o pastor André Valadão.

Foto: Reprodução/Youtube

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *