LOADING

Type to search

Esportes

Após críticas de coletivos LGBTs, CBF vai usar número 24

Share

Pela primeira vez a Seleção Brasileira terá a camisa de número 24, que será usada pelo atacante Gabriel Martinelli.

O anúncio foi feito pela CBF e atende a uma crítica de grupos coletivos LGBTs que consideram a exclusão do número um ato de homofobia.

Mesmo com 24 jogadores inscritos, o Brasil era o único da Copa América 2021 a não ter um jogador com a camisa com esse número.

O 24 é associado de forma pejorativa à homossexualidade. Grupos de direitos LGBTs entraram com um processo na Justiça do Rio de Janeiro, que obrigou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a justificar a ausência do 24 por uma “decisão desportiva”.

A explicação da CBF foi que eles utilizam a numeração mais baixa para os defensores, mediana para volantes e meio-campo, e mais alta para os atacantes.

Os grupos dizem que não usar a camisa 24 é “alimentar violências e tentar reforçar o histórico de que o futebol é um lugar apenas para homens héteros”.

Fonte: Pleno News
Foto: Reprodução/Internet

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *