LOADING

Type to search

Mundo Cristão

Michelle Bolsonaro revela ter feito “birra” com Deus para não se envolver com política

Share

Michelle Bolsonaro revelou ontem (20), no culto Mulheres Vitoriosas, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, no Rio de Janeiro, ter feito “birra” com Deus para não se envolver na política. Hoje, ela cumpre o seu chamado e tem se mostrado uma primeira-dama atuante.

“Não é fácil estar à frente de uma Presidência. Deus realmente escolhe aqueles que se escondem, né? Nos dois primeiros anos, fiz muita birra com Deus porque eu falava, eu não queria estar aqui, Senhor. Meu marido, sim, ele trabalhou 28 anos no Congresso. Mas eu sempre fui uma dona de casa, porque eu escolhi ser uma dona de casa”, disse no evento que celebrou os 63 anos da pastora Elizete Malafaia.

Na visita à igreja liderada pelo marido da aniversariante, o pastor Silas Malafaia, Michelle ressaltou sua postura neste ano eleitoral. Ela tem assumido um papel protagonista na campanha do presidente à reeleição.

Michelle, ainda, aproveitou o momento para criticar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o seu partido, o PT. A primeira-dama afirmou que, nestas eleições, há uma “guerra espiritual” acontecendo e que o Partido dos Trabalhadores é um “Partido das Trevas”.

“É muito fácil falar que vai votar no ‘Partido das Trevas’ com iPhone na mão, cursando faculdade paga pelos pais”, pontuou a primeira-dama, em referência a jovens que afirmam votar em Lula.

Ao falar da eleição, Michelle afirmou que “seria bom” se Bolsonaro tivesse sido reeleito no 1º turno. “Mas a gente precisava desse 2º turno para acontecer o despertamento da igreja. Nunca houve tanta Marcha para Jesus no Brasil”, disse.

A primeira-dama disse ter enfrentado momentos de depressão por 2 anos depois da eleição de Bolsonaro. Michelle relatou ter tido “vontade de morrer” e ter se imaginado em um caixão.

“Quando eu chego em Brasília, veio a depressão, veio o medo, veio a angústia. Veio a depressão por chegar na Presidência e ter orado ao Senhor, de ter falado para Ele que ia fazer a diferença, não queria ser uma primeira-dama de enfeite”, declarou.

Segundo ela, “não tinha nenhuma estrutura” no Planalto para que ela trabalhasse, uma vez que não teve “nenhuma primeira-dama atuante” antes dela.

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *