LOADING

Type to search

Mundo Cristão

Ato em faculdade interrompe culto de oração na Igreja da Paz

Share

Uma manifestação realizada por estudantes e militantes de esquerda na noite desta terça-feira (18) em Joinville, Santa Catarina, interrompeu a celebração de um culto da tradicional e centenária Igreja da Paz, templo protestante que fica no Centro da cidade catarinense.

O fato ocorreu quando um grupo ingressou na área onde fica uma das unidades da Faculdade Ielusc, na qual também está localizada a igreja, e entrou no Centro Cultural Deutsche Schule, que integra a área da unidade educacional luterana e reúne as salas da direção, secretarias e coordenações dos cursos.

Com gritos de “ocupar e resistir” e bandeiras de partidos de esquerda, a manifestação acabou interrompendo o culto de oração que acontecia, ao mesmo tempo, na igreja. Diversos membros da instituição religiosa fizeram postagens nas redes sociais, que foram compartilhadas pelo perfil da igreja, lamentando o fato.

– Nossa solidariedade à nossa querida igreja pelos inconvenientes e [pela] desrespeitosa manifestação durante o culto de hoje – escreveu uma das fiéis.

O protesto foi motivado pela demissão de uma professora da instituição. Maria Elisa Máximo, que estava há 15 anos na Ielusc, foi desligada após fazer uma postagem nas redes sociais na qual atacou eleitores do presidente Jair Bolsonaro (PL) em Joinville.

– Joinville sendo o esgoto do bolsonarismo, pra onde escoou os resíduos finais da campanha do imbroxável inominável. Não tem quem escape: há gente brega, feia e fascista pra todos os lados – escreveu a professora.

Inicialmente, Maria havia sido afastada e, ao falar sobre o afastamento, a faculdade afirmou que o posicionamento da instituição era “de neutralidade política, por ser apartidária” e disse que já havia enviado um comunicado aos professores e funcionários da entidade pedindo que posicionamentos pessoais que pudessem ser vinculados como sendo da instituição fossem evitados.


SOBRE A IGREJA DA PAZ
A Igreja da Paz é o templo mais antigo de Joinville e sua arquitetura guarda as estruturas iniciais da primeira Casa de Oração, inaugurada em 1864. Por causa da importância do templo para a memória urbana e cultural da cidade catarinense, o local recebeu tombamento municipal e estadual.

Fonte: Pleno News

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *